quarta-feira, 1 de junho de 2011

Pena





Pus-me a cantar minha pena

Com uma palavra tão doce

De maneira tão serena

Que até Deus pensou

Que fosse felicidade e não pena.

((Cecília Meireles))


10 comentários:

  1. Lindo poema,bem escolhido!beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Amei!
    Bom dia minha linda!
    Aline

    ResponderExcluir
  3. Nossa,
    que profundo isso!
    Sempre lindos pensamentos de Cecília :)
    Um beijo,Querida!
    Linda quinta-feira pra ti.

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente encantador!!!

    Lindo!

    Bom dia pra Ti!

    coisinhasdalayne.blogspot.com

    Beijos :D

    ResponderExcluir
  5. Olá Kelly,
    Obrigada, querida, por atender meu convite e visitar-me. Fiquei imensamente feliz ao ver seu comentário em meu blog. Quanto à sua postagem, é linda e Cecília Meirelles é uma das deusas da poesia. Parabéns. Volte sempre em minha casinha.
    Um grande beijo,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  6. Sempre Cecília..perfeita com as palavras..
    adorei seu blog..vou seguir aqui!!

    ResponderExcluir
  7. Cecília Meireles é mesmo espetacular!

    Beijocas em seu coração Mariah!

    Verinha

    ResponderExcluir
  8. Olá passei pra conhecer melhor o seu espaço e adoreii, belissimas palavras...
    bjos e ja estou te seguindo

    ResponderExcluir
  9. Oi Mariah,
    Que poema mais fôfo!.
    Como seria bom se conseguíssemos cantar suavemente nossas "penas"!
    Bitoquinha.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mariah,lindo!leve e chega há ser doce.bjs....

    ResponderExcluir

sonhadores